Castrol EDGE: a prova

Como Castrol EDGE com Fluid TITANIUM liberta toda a potência do seu motor.

Na Castrol, testamos regularmente os nossos lubrificantes de motor para fornecer os melhores produtos possíveis aos milhões de condutores em todo o mundo. Os testes mais recentes comprovam que Castrol EDGE com Fluid TITANIUM transforma-se para ser mais resistente sob pressão e reduz o atrito que prejudica o desempenho, permitindo libertar toda a potência do seu motor.

TESTE 1: TRANSFORMA-SE SOB PRESSÃO

O lubrificante foi comprimido sob fortes pressões e estudado através de raios X emitidos de eletrões que viajam quase à velocidade da luz.

Isto permitiu comprovar que Castrol EDGE com Fluid TITANIUM transforma a sua estrutura fisicamente quando está sob pressão para evitar o contacto metal/metal. Quando a pressão diminui, o lubrificante reverte ao seu estado fluido.

Lamentamos, a visualização deste vídeo requer a ativação de Javascript.

A carregar o vídeo

Aguarde por favor

TESTE 2: MAIS RESISTENTE SOB PRESSÃO

Através de técnicas de ultrassom pioneiras desenvolvidas por uma universidade de renome, foi comparada a rigidez do lubrificante entre pontos de contacto no comando de válvulas.

Os testes permitiram comprovar que Castrol EDGE com Fluid TITANIUM era mais rígido no ponto de contacto quando comparado com o mesmo lubrificante sem Fluid Titanium, prova de que o lubrificante é mais resistente sob pressão

Lamentamos, a visualização deste vídeo requer a ativação de Javascript.

A carregar o vídeo

Aguarde por favor

TESTE 3: REDUZ O ATRITO QUE PREJUDICA O DESEMPENHO

Através de um teste reconhecido pelo setor, os níveis de fricção foram medidos a várias velocidades e condições do motor. Castrol EDGE com Fluid TITANIUM provou reduzir o atrito que prejudica o desempenho em 20%*.

Lamentamos, a visualização deste vídeo requer a ativação de Javascript.

A carregar o vídeo

Aguarde por favor

*Em média, arredondado para o número inteiro mais próximo. Comparação com o mesmo lubrificante sem Fluid TITANIUM. Os produtos testados representam 75% do volume de vendas de 2017.