IT'S MORE THAN JUST OIL. IT'S LIQUID ENGINEERING.

  1. PÁGINA INICIAL
  2. TECNOLOGIA E INOVAÇÃO
  3. DESPORTO MOTORIZADO
  4. PARCEIROS DE DESPORTO MOTORIZADO

PARCEIROS DE DESPORTO MOTORIZADO DA CASTROL

Desde 1906 que a Castrol desenvolve o seu negócio à volta da paixão pelo apoio aos pioneiros e aos recordistas em terra, na água e no ar. Atualmente, patrocinamos algumas das equipas de desporto motorizado mais bem-sucedidas do mundo.

Parceiros de desporto motorizado da Castrol

A meta é apenas o começo

O desporto motorizado sempre foi o motor que impulsiona o crescimento da Castrol, apesar de não fornecermos produtos apenas para equipas de corrida. Permanecemos ao lado dos nossos parceiros em busca de um desempenho superior.

 

Trabalhamos em sincronia com equipas e engenheiros para que os produtos Castrol sejam considerados tão fundamentais como os outros componentes-chave em qualquer veículo de competição. 

Renault F1® Team

Renault F1™

As pistas de Formula 1 são o teste por excelência. Estas pistas globais icónicas e extremamente competitivas representam o auge do desporto motorizado. É por esta razão que os fabricantes as identificam como a arena perfeita para demonstrar as inovações técnicas.

 

Esta busca pela excelência é a inspiração subjacente à parceria da Castrol com a Renault F1® Team. Juntos, esforçamo-nos para vencer os adversários mais difíceis.

 

Os motores de F1™ modernos são incrivelmente sofisticados. Só podem ser utilizadas três unidades híbridas com turbocompressores de 1600 cc em cada automóvel por cada temporada de 21 corridas, ao passo que as unidades de combustão interna alcançam as 15 000 rpm e produzem mais de 700 cv de potência. Desta forma, num ambiente onde o sucesso e o fracasso são medidos em milissegundos, os ganhos mínimos são fundamentais.

 

A Castrol tem uma equipa de técnicos dedicados integrada na Renault F1® Team. Estes técnicos trabalham em parceria com a equipa para misturar lubrificantes com viscosidade ultra baixa personalizados, tais como Castrol EDGE SUPERCAR, que têm de ser suficientemente resistentes para proteger estes motores contra as forças enormes que são exercidas ao mesmo tempo que diminuem o atrito que reduz a potência essencial.

 

Contudo, quando o lubrificante é colocado no RS19, a equipa de apoio móvel fora da pista da Castrol continua a trabalhar no sentido de analisar o desempenho, bem como monitorizar o controlo de qualidade e o estado dos componentes do motor.

 

Estas informações permitem-nos desenvolver lubrificantes para o seu automóvel e, ao mesmo tempo, apoiar orgulhosamente a Renault F1® Team a conquistar o campeonato do mundo.  

A Castrol é um excelente parceiro e representa um papel essencial naquilo que precisamos de fazer para vencer corridas e ganhar pontos. Uma grande parte do desempenho depende da lubrificação do motor e da caixa de engrenagem, e a equipa de apoio fora da pista é crucial porque permite-nos obter informações imediatas sobre a forma como os motores respondem à pressão exercida pelas condições da corridaNick ChesterDiretor Técnico de Chassis da Renault F1® Team

LCR Honda Castrol

Honda

A Castrol está na vanguarda das corridas de competição de motociclos desde o primeiro TT da Ilha de Man decorrido em 1907. Na verdade, ao longo dos anos, muitos dos mais famosos vencedores de corridas utilizaram lubrificantes Castrol.

 

A Castrol foi pioneira no lançamento de novas tecnologias durante os anos de glória de Norton e Gilera na década de 50 do século XX, que culminou no início de uma extraordinária relação com a Honda em 1958. À medida que os motores se tornaram cada vez mais sofisticados durante a revolução ocorrida ao nível dos motociclos japoneses que culminou no crescimento repentino da tecnologia a quatro tempos, a Castrol desenvolveu lubrificantes com capacidade para dominar esta nova ciência.

 

Além disso, à medida que as principais classes de MotoGP e World Superbike do desporto evoluíram e as capacidades dos motores expandiram de 350 para 1000, a Castrol permaneceu uma peça-chave ao suportar os lendários motociclistas e equipas que glorificaram cada era.

 

Este ano, a Castrol associa-se à equipa LCR Honda que colocará em competição um motociclo Honda RC213V com motor V4 de 250 cv e 1000 cc conduzido pelo excelente piloto britânico e vencedor de corridas de MotoGP, Cal Crutchlow, no Campeonato do Mundo de MotoGP da FIM.

 

Só este longo e glorioso legado nas pistas nos poderia ter fornecido os conhecimentos necessários para conceber os lubrificantes Castrol POWER1, especialmente desenvolvidos para motociclos.

 

A Castrol é um parceiro fundamental porque o lubrificante é extremamente importante para proteger os componentes do motor e reduzir o atrito. Estamos a obter resultados muito positivos nas nossas análises de desempenho graças aos produtos Castrol.Lucio CecchinelloGestor de equipa (e melhor ex-motociclista na categoria de 125 cc)

Ford Chip Ganassi TEAM

Ford GT

Nenhum outro tipo de desporto motorizado leva os motores mais ao limite do que as corridas de resistência nas quais a combinação de velocidade e fiabilidade é um fator fundamental para alcançar o sucesso.

 

A Castrol sabe isto melhor do que ninguém e desenvolveu uma fórmula personalizada de Castrol EDGE SUPERCAR para fazer frente a estes desafios.

 

A Ford e a Castrol são parceiras há mais de 100 anos. Por este motivo, a renovação do programa Ford GT foi a oportunidade perfeita para a Castrol aperfeiçoar um lubrificante de motor personalizado para o principal novo supercarro e para o respetivo equivalente para corrida. Foi concebida uma mistura especial de Castrol EDGE SUPERCAR em colaboração com os engenheiros da Ford com o objetivo de superar os desafios únicos das corridas de GT.

 

Na sua estreia, o Ford GT foi vencedor na sua classe na edição de 24 horas de Le Mans em 2016, 50 anos depois de ter vencido o clássico francês pela primeira vez.

 

Em 2019, a Ford participou no Campeonato do Mundo de Resistência da FIA (organizado pela Multimatic) com dois automóveis e com outros dois automóveis no IMSA Weathertech Sportscar Championship decorrido nos EUA (organizado pela Chip Ganassi Racing). Estes quatro veículos irão formar um quarteto para disputar a vitória no Le Mans, em junho.

 

Durante a prova, a Castrol estará lá para testar e melhorar continuamente o poder de Castrol EDGE SUPERCAR.

A colaboração entre a Castrol, a Ford Motor Company e a Roush Yates Engines é muito importante para nós porque cada uma das partes contribui com conhecimento especializado, o que permite que todas aprendam entre si. Juntos, concebemos uma fórmula única de Castrol EDGE para o motor de corrida dos Ford GT que aumenta a eficiência e liberta a potência. Isto resulta na ausência de falhas relacionadas com o lubrificante, o que beneficia toda a equipa!Kevin GrootSupervisor do Programa IMSA/WEC da Ford

Audi Sport

DTM – AUDI SPORT

A Deutsche Tourenwagen Masters é a série de automóveis de turismo mais veloz do mundo. Esta série de natureza técnica é composta por automóveis de corrida poderosos e de silhuetas sofisticadas, e são produzidos por fabricantes premium.

 

A DTM é rigorosamente controlada de forma a garantir uma concorrência estreita uma vez que, neste contexto, todos os detalhes são importantes. Castrol EDGE SUPERCAR proporciona esta vantagem à Audi, sendo esta parceria de longa data ainda mais importante agora que a série está a caminhar para uma nova era de motores “Classe 1”.

 

Este ano, seis Audi RS 5 DTM incluirão unidades de potência personalizadas com turbocompressores de dois litros e quatro cilindros. Estas unidades são mais relevantes para os veículos particulares de estrada do que os respetivos antecessores, o que significa que cada passo do programa de desenvolvimento de 30 meses forneceu conhecimentos essenciais aos engenheiros da Castrol, conhecimentos estes que permitem desenvolver lubrificantes para veículos de estrada.

 

O motor turbo DTM da Audi produz 610 cv e 9500 rpm na mudança de velocidade. É necessária engenharia de lubrificantes de precisão para gerir as cargas de torque superiores resultantes e o comportamento de vibração do motor de 85 kg. O atrito também tem de ser limitado para minimizar a perda de energia e, assim, melhorar a eficiência de combustível e o desempenho com este peso.

 

Além disso, é evidente que Castrol EDGE SUPERCAR  tem de ajudar a proteger estes motores que trabalham durante toda a temporada de corridas (equivalente a 6000 km de alto desempenho em contexto de corrida), o que proporciona a oportunidade perfeita para testar e aperfeiçoar os produtos Castrol num ambiente constantemente exigente.

A Castrol fornece sempre soluções de lubrificante personalizadas. E fá-lo com uma velocidade estonteante. A Castrol dispõe dos seus próprios métodos e meios de teste de forma a reproduzir o desafio que temos de enfrentar, bem como de o superar com um número limitado de variantes.Christian SchneiderEngenheiro DTM

Škoda

ŠKODA

A parceria da Castrol com a ŠKODA Motorsport é uma das maiores histórias de sucesso do rali moderno.

 

Esta relação, que está a iniciar o seu décimo ano de existência, permitiu vencer um campeonato importante todos os anos e em todas as categorias disputadas, quer no moderno WRC2, no Campeonato Europeu de Ralis ou no antigo Intercontinental Rally Challenge.

 

A ŠKODA começa o ano de 2019 com o objetivo de vencer cinco títulos de equipas WRC2 consecutivos, permanecendo imbatível no campeonato de pilotos WRC2 desde 2016 com o seu poderoso Fabia R5.

 

No cerne deste sucesso encontra-se o compromisso da equipa para com a máxima fiabilidade (um princípio que a Castrol partilha) e uma firme incidência nas categorias de produção com base na estrada que suportam a classe principal no Campeonato do Mundo de Ralis da FIA.

 

Durante o período de sucesso do Fabia R5, os nossos técnicos continuaram a misturar e desenvolver lubrificantes Castrol EDGE para garantir que este veículo continuava a resistir às condições adversas e desafiantes nas quais era bem-sucedido.

 

Além disso, ao mesmo tempo que foram homologadas 2500 versões do Fabia R5 para circulação na estrada, a família alargada de automóveis de estrada beneficiou dos vastos conhecimentos que a ŠKODA acumulou devido ao seu domínio dos vários troços de corridas.

M-Sport Ford

Ford M Sport

Quando Björn Waldegård conquistou o Campeonato do Mundo de Pilotos de Ralis em 1979, fê-lo com o logótipo da Castrol estampado na lateral do seu Ford Escort RS1800. Passadas quatro décadas, Sebastien Ogier fez o mesmo num M-Sport Ford Fiesta WRC, em 2018.

 

A Castrol tem estado na vanguarda do desporto motorizado mais exigente do mundo desde que há campeões mundiais de ralis, fornecendo assistência técnica aos pilotos e às equipas e garantindo que estes têm o lubrificante certo para cortar a meta.

 

Este ano, Castrol EDGE estará novamente presente para suportar o M-Sport e as suas quatro equipas de pilotos em quatro continentes e 14 países, no Campeonato do Mundo de Ralis da FIA de 2019.

 

Desde as montanhas acidentadas da Argentina até aos gelados bancos de neve suecos, às áridas planícies australianas e às impressionantes estradas de asfalto da Sardenha, não há nada que teste os principais elementos de um automóvel até ao limite como o WRC.

 

Com tantas etapas do WRC a acontecerem nas estradas onde conduzimos, não há outro campeonato do mundo que sirva de melhor laboratório para testar a resistência de Castrol EDGE SUPERCAR.

 

Desta forma, independentemente do veículo que conduzir e de onde o conduzir, pode estar seguro de que a Castrol já desafiou o lubrificante do seu veículo até aos limites do ambiente onde este tem de atuar.

No desporto motorizado cada décimo de segundo conta, pelo que temos de obter o máximo desempenho de cada componente. É por este motivo que a nossa parceria com a Castrol é tão importante. Com um parceiro como a Castrol, que se esforça constantemente para melhorar, sabemos que estamos a obter o máximo desempenho. A experiência e atenção aos detalhes da Castrol, aliadas aos nossos engenheiros, fazem com que continuemos a tentar superar o desafio de alcançar os melhores resultados.Chris WilliamsDiretor de engenharia na M-Sport