IT'S MORE THAN JUST OIL. IT'S LIQUID ENGINEERING.

  1. PÁGINA INICIAL
  2. A HISTÓRIA DA CASTROL
  3. SALA DE IMPRENSA
  4. COMUNICADOS DE IMPRENSA
  5. RENAULT F1® TEAM

RENAULT F1® TEAM

Renault F1® Team

Renault F1® Team decidida a manter o forte impulso através da campanha da temporada de 2019 de F1
 

Pilotos RF 1
  • A Renault F1® Team revelou hoje as cores para a equipa de 2019 e o alinhamento de pilotos composto pelas estrelas Nico Hülkenberg e Daniel Ricciardo.
  • Imagens reveladas do pretendente ao título para 2019, o Renault R.S.19, a mostrar os regulamentos de aerodinâmica revistos.
  • O Renault R.S.19 irá incluir uma unidade de alimentação com o novo nome Renault E-Tech 19, refletindo assim uma maior sinergia com a gama de híbridos da Renault.
  • A Renault mostrou o seu centro técnico renovado em Enstone, Reino Unido.
  • A Renault F1® Team orgulha-se em ter o apoio de parceiros premium, incluindo a BP Castrol, INFINITI, MAPFRE e RCI Banque, mas também a Microsoft, EURODATACAR, BEll&Ross, Tmall e muitos outros parceiros técnicos importantes.

A Renault F1® Team apresentou hoje os seus planos de manter o impulso no Campeonato Mundial de Formula One™ da FIA. A Renault regressou como equipa em 2016 e registou um sólido progresso em cada temporada, tendo terminado o ano passado em 4.º lugar no Campeonato de Construtores. Nico Hülkenberg e Daniel Ricciardo, as estrelas que compõem o alinhamento de condutores da Renault F1® Team, também foram apresentados aos meios de comunicação e parceiros presentes, sublinhando o compromisso da Renault para conquistar um sucesso a longo prazo.

 

Jérôme Stoll, presidente da Renault Sport Racing, também confirmou o compromisso contínuo da Renault com o desporto. “Na Renault, temos uma paixão pelo desporto motorizado. A nossa história na F1™ continua intacta há mais de 40 anos. A Formula One™ é um espetáculo de puro entretenimento, mas também do mais alto nível do desporto motorizado. Uma paixão pela Formula One™ é uma metáfora pelo espírito de luta, determinação e resiliência, mas também de progresso graças à inovação sem limites que inspira o desporto. No entanto, esta paixão tem de ser equilibrada com uma dose saudável de realidade. A F1™ faz sentido para a Renault, sendo um laboratório para a nossa futura tecnologia de estrada, identificada pela nova designação de motor: Renault E-Tech 19. São tempos muito interessantes para fazer parte da F1™.


Desde o regresso à F1™ há três anos, a Renault investiu fortemente nas suas instalações técnicas em Enstone, Reino Unido e Viry-Châtillon, França. Em Enstone, a equipa aumentou significativamente as capacidades de produção com melhores ferramentas mecânicas, incluindo duas máquinas Breton novas, um túnel aerodinâmico, um dinamómetro para caixas de engrenagens, um escritório de projetos de design alargado e uma sala de operações de corrida com tecnologia de ponta. A sua mão de obra também cresceu cerca de 50% desde 2016. Em Viry, um novo dinamómetro renovado foi encomendado e irá ser utilizado durante a temporada para desenvolver a unidade de alimentação, ao passo que foi iniciado um ambicioso projeto de construção para alojar baías de montagem de motores, departamentos de fiabilidade e grandes armazéns automáticos, com conclusão prevista para o próximo ano.

Renault F1™

Com uma base sólida de recursos técnicos e humanos instalada, o diretor-geral da Renault F1® Team, Cyril Abiteboul, definiu o objetivo da equipa para manter este impulso em 2019: “Lançar todos estes projetos enquanto participámos no campeonato foi um desafio incrível, bem como concluir os pontos principais. A realização final dos investimentos foi um feito enorme e estou impressionado como todos estiveram à altura da tarefa. Tal demonstra o impulso que criámos: terminámos em 9.º lugar em 2016 com 8 pontos, em 6.º lugar em 2017 com 57 pontos e em 4.º lugar no ano passado com 122 pontos. Vamos iniciar esta temporada com o objetivo de manter este impulso sólido e calculado. Não ambicionamos alcançar o lugar X ou Y ou um determinado número de pontos. O que quero ver é a equipa continuar esta trajetória de progressão rumo às equipas principais. A excelência do motor vai ser a nossa prioridade em Viry, ao passo que a estrutura implementada atualmente em Enstone se esforça por melhorar a competitividade do chassis, temporada após temporada.

 

Abiteboul também explicou o fator motivacional adicional do novo alinhamento de pilotos. “O impulso adicional da parceria Daniel/Nico dá confiança à equipa para esta temporada. Acredito que temos um dos alinhamentos de pilotos mais sólidos, se não o mais sólido, presente na grelha. O Daniel traz uma experiência comprovada de vitórias em corridas e o conhecimento de uma equipa de topo, enquanto o Nico tem fome de vencer. Este último é muito subvalorizado. Ele é rápido, determinado e motiva a equipa. Individualmente, são ambos muito fortes e sinto que os dois vão complementar-se na perfeição. A energia que ambos trouxeram para a equipa é palpável e espero que lhes possamos dar um automóvel no qual possam mostrar o seu grande talento.

 

Nico Hülkenberg embarca no seu terceiro ano de competição com a equipa em 2019. “Como equipa, evoluímos bastante desde o início de 2017 e isso faz tudo parte do processo se queremos atingir as nossas metas a longo prazo. Quando cheguei, a infraestrutura era ainda muito nova e temos registado um enorme progresso desde então. Quero dar o melhor de mim e maximizar o potencial da equipa e do automóvel. O mais importante é que, em equipa, possamos dar um bom passo em frente e ter um melhor desempenho de forma consistente. Queremos que a tendência continue a evoluir de forma positiva e manter o desenvolvimento.”

 

Daniel Ricciardo, australiano e vencedor de um Grande Prémio por sete vezes, junta-se à Renault F1® Team para a sua primeira temporada a envergar a cor amarela. “A Renault tem uma história enorme no desporto motorizado, por isso, fazer parte do próximo passo do seu percurso na Formula One™ é um desafio entusiasmante. Estou aqui para fazer o meu melhor na pista e conduzir o mais rapidamente possível, mas gostaria de trazer energia para a equipa. Quero trazer energia para todos porque isso faz parte da minha função e da minha personalidade. Pretendo fazer com que a equipa trabalhe e se esforce um pouco mais e aproximar todas as pessoas. Gostaria de ser um catalisador de energia positiva.”

 

Ricciardo pretende começar de novo em 2019: “Tudo o que aprendi em 2018 vai contribuir para uma melhor versão de mim mesmo em 2019. A diferença é que serei uma pessoa mais madura. Vejo o meu futuro com maior clareza e pretendo que tal se reflita em bons resultados na pista. Sinto uma pressão bastante positiva e a expetativa de obter bons resultados, embora já tenha a intenção de atingi-los.”

 

Com novas instalações e novos pilotos a transbordar confiança, 2019 promete ser um ano interessante tanto dentro como fora da pista.