IT'S MORE THAN JUST OIL. IT'S LIQUID ENGINEERING.

  1. PÁGINA INICIAL
  2. A HISTÓRIA DA CASTROL
  3. SALA DE IMPRENSA
  4. COMUNICADOS DE IMPRENSA
  5. A CASTROL DESENVOLVE LUBRIFICANTES DE ENGRENAGENS DE PRÓXIMA GERAÇÃO

A Castrol desenvolve lubrificantes de engrenagens de próxima geração para o setor industrial

Data: 22 de janeiro de 2018

Engrenagens
  • A Castrol está a lançar lubrificantes de engrenagens avançados com a aprovação da Flender para uma proteção mais duradoura
  • A tecnologia de deformação plástica MicrofluxTrans suaviza as superfícies para diminuir a pressão, remover o atrito e criar menos desgaste
  • Demonstrou reduzir o torque de atrito até 30% e fornece uma proteção superior da superfície.[1]

A Castrol, uma das maiores empresas de lubrificantes do mundo, está a lançar um lubrificante de engrenagens inovador para ajudar a reduzir o consumo de energia e prevenir o tempo de inatividade inesperado provocado por falhas de engrenagem. A tecnologia presente na gama Castrol Optigear Synthetic PD ES funciona ao nível microscópico ao suavizar a superfície metálica da engrenagem, reduzindo o atrito e protegendo as engrenagens do desgaste. A gama Castrol Optigear Synthetic PD ES foi aprovada para utilização com engrenagens Flender-Siemens.


“Esta gama de lubrificantes de engrenagem de próxima geração foi concebida para reduzir o atrito e proteger as caixas de engrenagem. Tal contribui para uma redução dos custos de produção para os clientes através do aumento do tempo de atividade, reduzindo o consumo de energia e prolongando a vida útil do equipamento e do lubrificante”, afirma Daryl Luke, gestor de produto global para lubrificantes de engrenagens na Castrol.


A gama Castrol Optigear Synthetic PD ES reduz o consumo de energia e prolonga os intervalos de lubrificação ao reduzir o torque de atrito até 30% e ao fornecer uma excelente proteção para a superfície1. A redução do atrito é conseguida através de um efeito de microrregularização de três passos da deformação plástica na superfície da engrenagem. Ao microscópio, a superfície metálica de uma engrenagem assemelha-se a uma paisagem montanhosa com picos e vales. A tecnologia da Castrol melhora a qualidade da superfície ao suavizar os picos e vales, resultando num coeficiente de atrito muito baixo. Menos atrito também pode dar origem a temperaturas de trabalho mais baixas, uma vez que é gerado menos calor e tal indica que existe menos desgaste no equipamento.


O equipamento e maquinaria industrial atual deve ter um desempenho excelente com temperaturas de caixa de engrenagens elevadas, velocidades elevadas, cargas superiores e reservatórios de lubrificante mais pequenos. A gama Castrol Optigear Synthetic PD ES foi concebida para estas condições operacionais.  A gama cumpre as mais recentes especificações OEM Flender, incluindo aprovações para caixas de engrenagens helicoidais, helicoidais e cónicas e planetárias da Flender, e unidades de engrenagem marinhas sem embraiagens multidisco, para além de motorredutores. 


A gama Castrol Optigear Synthetic PD ES está a ser lançada a nível mundial desde janeiro de 2018. Para saber mais sobre como a gama Castrol Optigear Synthetic PD ES pode fornecer uma proteção de longo prazo para engrenagens industriais, contacte um Engenheiro de Vendas Castrol.

[1] Com base nos testes laboratoriais padrão para rolamentos e engrenagens entre 2014 e 2017: teste de desgaste de rolamentos, FAG, passo 1. O resultado obtido em comparação com os produtos de quatro concorrentes demonstra que a gama Optigear Synthetic PD ES apresenta até 30% menos torque de atrito relativamente aos produtos da concorrência. Tal indica menos desgaste e melhor eficiência energética. O resultado ultrapassa o requisito padrão das especificações.